top of page
  • Foto do escritorRedação SulTV

Imagens impactantes do ciclone em Camaquã

Em Camaquã e em outras cidades da região da Costa Doce várias casas foram danificadas pela queda de árvores e postes

Foto: Unsplash

De acordo com a Defesa Civil, pelo menos 51 municípios já contabilizam prejuízos causados pela passagem do ciclone no Rio Grande do Sul. Entre eles está Camaquã e várias outras cidades da região da Costa Doce, onde várias casas foram danificadas pela queda de árvores e postes.


O vento atingiu velocidade muito alta em diversos pontos do estado. Em uma parte de Rio Grande, no sul do estado, as rajadas alcançaram 140 km/h.


A formação e avanço do ciclone deixou mais de 17 mil pessoas afetadas em todo o Rio Grande do Sul, de acordo com o último balanço da Defesa Civil. Também em Rio Grande, um homem de 68 anos morreu e, em todo o Estado, pelo menos 23 pessoas ficaram feridas por conta do fenômeno climático. Os desabrigados chegam a mais de 230 pessoas. As cidades de Sobradinho e São Lourenço do Sul decretaram situação de emergência.


Para o final de semana, a previsão é de muito frio. Uma massa de ar polar avança pelo país a partir desta sexta-feira (14) e se intensifica no sábado (15). Em algumas regiões do Rio Grande do Sul, deve haver geadas e até neve na região serrana do Estado.


As fotos foram enviadas por moradores de Camaquã e da região da Costa Doce no WhatsApp da SulTV.

Postes foram derrubados pelo vento e deixaram vários bairros sem energia elétrica | Foto: Reprodução/WhatsApp SulTV

Ciclone também derrubou várias árvores e destruiu casas e asfaltos | Foto: Reprodução/WhatsApp SulTV

No interior, agricultores precisaram desobstruir a passagem de rodovias com a ajuda de tratores | Foto: Acústica FM

Foi decretado estado de emergência em São Lourenço do Sul, onde o ciclone destruiu por completo várias construções, casas e ruas | Foto: Foto: Reprodução/WhatsApp SulTV

O jornal Redação SulTV vai ao ar de segunda à sexta-feira, a partir das 18h, horário de Brasília, com transmissão ao vivo na TV aberta pelo Canal 42 e também pelo Youtube. Não perca!

Comments


bottom of page