top of page
  • Foto do escritorRedação SulTV

Conheça o novo Plano de Logística do RS

Documento deve orientar investimentos na área do transporte para os próximos 20 anos


Foto: Maurício Tonetto/Secom


O governo do Estado e a empresa pública federal Infra S.A., vinculada ao Ministério dos Transportes, assinaram, nesta quinta-feira (1º/2), acordo para a elaboração do novo Plano Estadual de Logística de Transportes (Pelt), que tem a finalidade de orientar o Estado sobre prioridades e necessidades de investimentos em infraestrutura de transporte.

 


A solenidade contou com as presenças do governador Eduardo Leite e dos secretários de Parcerias e Concessões, Pedro Capeluppi, e de Logística e Transportes, Juvir Costella. O investimento para a contratação da empresa é de R$ 4,46 milhões.

 

A meta é alcançar o equilíbrio entre os diferentes modos de transporte, com foco na sustentabilidade, nas melhorias das alternativas de transporte e na eficiência das atividades empresariais. As análises incluirão o diagnóstico sobre deficiências e gargalos do sistema logístico estadual e a definição de cenários futuros e estratégias de intervenção pública e privada.

 

A estatal terá o prazo de 18 meses para a elaboração do estudo, com base em análises da rede de transporte aeroportuária, portuária, rodoviária, hidroviária e ferroviária do Estado.

 

Durante a cerimônia, Leite destacou a importância do plano para atrair novos investimentos e fomentar a competitividade econômica. “Além de coordenar e organizar, com base em dados técnicos, a movimentação do fluxo de pessoas e de cargas, esse planejamento servirá também para mostrarmos a investidores de que maneira o Estado pretende atender as prioridades de investimentos em infraestrutura de transporte, gerando mais investimentos privados no Estado. Será um instrumento que também ajudará a demonstrar a capacidade de superação de gargalos logísticos”, ressaltou.

 

O projeto prevê, ainda, entregas como planos para potencializar o sistema logístico estadual nos próximos 20 anos, considerando os arranjos multimodais e o planejamento nas instâncias estadual e federal, além de tecnologia para construção de painéis de acompanhamento, dashboards em Power BI, e outros elementos que possam compor um escritório de análise de projetos no Estado para futuras administrações.


Leite destacou a importância do plano para atrair novos investimentos e fomentar a competitividade econômica - Foto: Maurício Tonetto/Secom


 

A condução do trabalho será da Secretaria de Parcerias e Concessões (Separ) e da Secretaria de Logística e Transportes (Selt), que  identificaram a necessidade de adequação do Pelt ao novo Plano Nacional de Logística (PNL 2035) e demais planos setoriais de transportes.

 

Para o titular Separ, Pedro Capeluppi, o projeto, além de servir como ferramenta de planejamento estratégico, traz impactos para a economia e a população. “A infraestrutura de transporte e logística é elemento-chave para o desenvolvimento sustentável do Estado. A identificação dos gargalos do setor impacta diretamente as empresas que dependem de atividades logísticas, gerando benefícios para a população, tanto pelo reflexo na eficiência das atividades empresariais – nos custos dos fretes, por exemplo –, como pelas melhorias nos meios de transporte”, explicou.

 

O titular da Selt, Juvir Costella, reforçou as perspectivas de crescimento econômico para o Estado. “Estamos consolidando uma ferramenta fundamental que permitirá, além da atualização do Pelt, o estabelecimento de diretrizes para que o Estado cresça e se torne cada vez mais competitivo. Ao final dos 18 meses, teremos um projeto que viabilizará mais investimentos”, afirmou.

 

O diretor-presidente da Infra S.A., Jorge Bastos, disse que a metodologia utilizada pela estatal também identificará os empreendimentos capazes de aumentar a eficiência da matriz de transporte do Estado. “O Pelt traz previsibilidade sobre a futuro da malha de transportes. Isso é fundamental para que o setor privado participe do desenvolvimento da infraestrutura com investimentos essenciais para o financiamento de obras importantes”, avaliou.

 

Sobre a Infra S.A.

 

A Infra S.A. é uma empresa pública federal dedicada a melhorar a vida dos brasileiros por meio da infraestrutura, com foco na prestação de serviços de planejamento de longo prazo, estruturação de projetos e engenharia e inovação para o setor de transportes.

 

A estatal é responsável por desenvolver o Plano Nacional de Logística, elaborar estudos de viabilidade para concessões e arrendamentos de ativos de infraestrutura, pela continuidade das obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste e pela fiscalização dos investimentos que são realizados na Ferrovia de Integração Centro-Oeste (FICO).

 

Texto: Ascom Separ e Juliana Dias/Secom

Comments


bottom of page