top of page
  • Foto do escritorRedação SulTV

Vice-governador destaca investimentos para desenvolver a zona Sul do Estado

Gabriel disse que a continuidade dos investimentos nas regiões e cidades depende do equilíbrio financeiro do Estado.


vice-governador do rio grande do sul

Foto: Joel Vargas/Ascom GVG


A convite da Câmara de Comércio de Rio Grande – que neste ano completa 180 anos – o vice-governador Gabriel Souza apresentou as principais iniciativas do governo para o município e para a região Sul do Estado, além dos projetos estratégicos coordenados pelo seu gabinete. A reunião-almoço, Tá em pauta, foi realizada nesta quarta-feira (24/4), na sede da associação, com a presença de empresários locais e regionais, além do prefeito do município, Fabio Branco.

 

Fomentando debates importantes para a comunidade do Sul gaúcho, o evento foi uma oportunidade para apresentar projetos do Estado para desenvolver a infraestrutura e a educação, bem como o Porto do Rio Grande. “Estamos fazendo investimentos importantes com esse objetivo. Entre convênios e recursos para rodovias, pavimentação, saúde, segurança, educação, assistência social e outras áreas, os repasses previstos para Rio Grande estão na casa de R$ 89 milhões, aproximadamente”, explicou Gabriel.

 

Ele observou ainda que para garantir a continuidade dos recursos para investimentos nas regiões e cidades gaúchas, é necessário o equilíbrio financeiro. “Precisamos ter um Estado que funcione. Estamos perdendo população, o que afeta na nossa competitividade. Precisamos investir cada vez mais em áreas estratégicas e, para isso, o equilíbrio das contas é fundamental”, complementou o vice-governador, referindo-se à proposta do governo para o realinhamento da alíquota modal do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).



O vice-governador destacou que os repasses previstos para Rio Grande são de aproximadamente R$ 89 milhões - Foto: Joel Vargas/Ascom GVG


O presidente da Câmara do Comércio de Rio Grande, Paulo Roberto Bertinetti, agradeceu a presença do Estado na região e ressaltou a relevância das pautas tratadas. “O vice-governador trouxe algumas questões extremamente importantes, que estão alinhadas com o que abordamos aqui na câmara, como a educação e o foco nas crianças, além do alerta para o contexto demográfico, com o qual todos nós temos que nos envolver. Uma visão empreendedora pela defesa da região, com investimentos importantes para o desenvolvimento da zona Sul como um todo”, disse.

 

Investimentos estratégicos

 

Entre as melhorias elencadas pelo vice-governador estão a pavimentação da Quinta da Ilha dos Marinheiros, da avenida Presidente Vargas e a revitalização do Porto do Rio Grande. Ele destacou ainda a duplicação de 6,53 quilômetros da ERS-734, na travessia urbana de acesso ao município, que tem investimento previsto de R$ 48 milhões. A obra está em andamento, com 17% dos trabalhos concluídos. “Em toda a região Sul, o plano de obras do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) prevê um investimento superior a R$ 182 milhões”, detalhou.

 

A educação – área prioritária da gestão estadual – também pautou a palestra. Além de apresentar programas como o Novo Todo Jovem na Escola, Partiu Futuro e Professor do Amanhã, que integram o Gabinete de Projetos Especiais (GPE), coordenado pelo gabinete do vice-governador, Gabriel aprofundou a importância da infraestrutura escolar. “Com o programa Lição de Casa, estamos resolvendo problemas estruturais, que muitas vezes levam à interdição das escolas, além de colocar em risco a segurança de alunos e professores”, pontuou.

 

Em Rio Grande, as obras na Escola Estadual de Ensino Médio Alfredo Ferreira Rodrigues já foram concluídas. Além da reforma do prédio existente, foi construído um novo, e foi feita a assistência técnica e a manutenção do elevador incorporado. Ao todo, a obra recebeu aporte de R$ 5,4 milhões. Já o Instituto Estadual de Educação Juvenal Miller está com a reforma do bloco que abriga o refeitório em andamento, com 63% da obra concluída.

 

Porto do Rio Grande e conexão intermodal

 

Segundo Gabriel, a importância do Porto do Rio Grande para a movimentação da produção gaúcha pode ser demonstrada pelos investimentos viabilizados nos últimos 18 meses. Ao todo, são R$ 350 milhões para melhorias na infraestrutura do canal de acesso, dragagem, sinalização náutica, tecnologia e inovação. “É fundamental investir no canal de acesso para que possamos receber e, especialmente, enviar embarcações com maior capacidade de carga”, explicou.

 

O vice-governador tem conduzido as discussões da ligação intermodal entre portos e malha ferroviária. Uma das principais necessidades do Estado para ampliar esaa conexão é retomar a capacidade da Malha Sul, que só no território gaúcho tem 3,2 mil quilômetros de linhas e ramais ferroviários, porém 1,5 mil estão desativados ou suspensos. Ele tem discutido o assunto com os demais Estados que integram o Consórcio de Integração Sul e Sudeste (Cosud) e com o governo federal.

 

“Hoje, a maioria da carga é transportada pelo modal rodoviário, mas estamos vivenciando um momento histórico em que podemos elaborar uma nova modelagem que atenda as necessidades atuais e que amplie a nossa capacidade de movimentar a produção pelas ferrovias. E isso será possível a partir da renovação antecipada do contrato com a Rumo ou por meio de uma nova licitação em 2027”, enfatizou.

 

Texto: Ascom GVG

Comments


bottom of page