top of page
  • Foto do escritorRedação SulTV

Morre Alysson Paolinelli, aos 86 anos

Ex-ministro da agricultura estava internado em estado grave em Belo Horizonte

Foto: Divulgação/Arquivo OPR

Alysson Paolinelli, 86 anos, ex-ministro da Agricultura e presidente executivo da Associação Brasileira dos Produtores de Milho (Abramilho), morreu nesta quinta-feira (29), em Belo Horizonte. Ele estava internado há um mês, por complicações decorrentes de uma cirurgia no fêmur. Paolinelli nasceu em 1936, em Bambuí, Minas Gerais, estado em que iniciou sua carreira como engenheiro agrônomo e rapidamente se destacou como um líder visionário.


Assumindo o cargo de Secretário de Agricultura de Minas Gerais em 1971, Alysson Paolinelli foi nomeado ministro da Agricultura no governo de Ernesto Geisel em 1974, durante a época da ditadura militar.


Sua atuação nesse cargo foi marcada por contribuições significativas para o desenvolvimento agrícola do país. Além disso, em 1987, durante a Assembleia Nacional Constituinte, Alysson Paolinelli foi eleito deputado federal, desempenhando um papel essencial na Subcomissão da Política Agrícola e Fundiária e da Reforma Agrária, colaborando para a construção de políticas relevantes nessa área.


Ao dedicar sua vida ao avanço da agricultura e pecuária no Brasil, Paolinelli desafiou a crença comum de que as terras do cerrado e do Centro-Oeste eram inférteis. Seus esforços incansáveis fizeram da região a maior produtora de grãos do país, impulsionando a economia agrícola e a segurança alimentar.


Reconhecido em 2006 com o The World Food Prize, Paolinelli destacou-se no incentivo à oferta de alimentos em todo o mundo. Suas notáveis realizações e trabalho foram amplamente reconhecidos, sendo indicado ao Prêmio Nobel da Paz em 2021.


A comunidade agrícola, políticos e colegas reconhecem a imensa contribuição de Paolinelli para o setor. Durante uma sessão especial no Senado Federal em 2021, ele foi descrito como o “pai” da agricultura brasileira.


Fonte: Canal Rural

תגובות


bottom of page