top of page
  • Foto do escritorRedação SulTV

Financiamentos do BRDE para geração de energias limpas no RS crescem 208%

Foto: Ascom BRDE



Prioridade quando o tema está relacionado aos desafios de transição climática, os financiamentos do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) para geração de energia com fontes renováveis registram crescimento expressivo em 2023. Os novos investimentos no Rio Grande do Sul somaram R$ 479,8 milhões para obras de pequenas hidrelétricas e usinas fotovoltaicas. O volume para produção de energias limpas é 208,4% superior às operações realizadas em 2022 (R$ 155,7 milhões).

O avanço nos financiamentos de projetos de geração de energia renovável contribuiu para o BRDE alcançar uma marca histórica para novos investimentos no Estado ao longo do ano passado, quando as operações superaram a marca de R$ 2 bilhões. “Ampliar os investimentos em favor de uma nova matriz energética demonstra preocupação ambiental, mas é também uma questão estratégica em termos econômicos. Por isso, o desempenho no ano passado nessa área sinaliza o quanto estamos alinhados com a pauta da sustentabilidade”, destaca o vice-presidente e diretor de Operações do banco, Ranolfo Vieira Júnior.

Entre os novos investimentos na produção de energias limpas está a implantação da usina fotovoltaica Iracema, no município de Montenegro. Liderado pela empresa Agropastoril Matheus, o projeto recebeu financiamento de R$ 6 milhões, e a energia gerada (a capacidade final é 1.374,96 kWp) será comercializada para um único cliente com o intuito de compensar seus custos do consumo de energia. É o caso de redes de varejo, desde que as unidades estejam situadas na área atendida por uma única distribuidora.

A maioria dos novos investimentos em energias renováveis tem como fonte recursos que o BRDE captou junto a parceiros internacionais. “Esse desempenho positivo é reflexo do esforço do banco em diversificar seu funding, o que consolida nossa atuação em apoio aos projetos focados na transição energética. São modelos inovadores e com perspectivas muito positivas para um futuro bem próximo”, afirma o diretor de Planejamento do BRDE, Leonardo Busatto.

Hidrelétrica

Outro exemplo da atuação do BRDE em projetos de energia limpa é a construção da pequena central hidrelétrica (PCH) Saltinho, situada no município de Ipê, na Serra. Trata-se do maior empreendimento de geração hidrelétrica em implantação no RS com apoio do banco.

O investimento é de R$ 178 milhões, sendo R$ 120 milhões financiados pelo BRDE. Com uma potência instalada de 27,2 MW, o empreendimento vai gerar energia para atender o consumo anual de 62 mil residências. As obras iniciaram em setembro do ano passado e devem estar concluídas em 2025.

O volume de operações para novos projetos no setor apenas no RS é praticamente a metade do total que o banco registrou em novos investimentos em toda a região Sul no ano passado (R$ 961,3 milhões). No acumulado dos últimos cinco anos, os financiamentos para geração de energia renovável no Estado somam agora R$ 868,5 milhões (valores nominais).



Texto: Pepo Kerschner/Ascom BRDE

Edição: Felipe Borges/Secom

Comments


bottom of page