top of page
  • Foto do escritorAlex Soares

Barragem do Duro sobe 14%, mas opera com normalidade

Em entrevista na manhã desta quinta-feira (2) ao repórter Valério Weege, na Rádio Acústica FM, o gerente-administrativo da Associação dos Usuários do Perímetro do Arroio Duro (AUD) disse que não há risco de transbordamento da principal barragem de Camaquã.



Ele informou que o nível do reservatório subiu 14% desde o começo das chuvas, na semana passada, até esta quinta-feira. "De 47% esse número foi para 61%, dentro duma normalidade pelo volume de chuva que caiu nesses dias", disse Rubens Reimer.


Ele também informou que não há registro de alagamentos provocados pelo curso d'água, que corta a cidade através do Arroio Duro e que as comportas da BR-116, por onde deságua o curso, estão abertas desde o começo das precipitações.


"Por sua estrutura e funcionalidade essa é uma das barragens mais seguras do Brasil", comentou Reimer ao informar que mesmo que, a partir de agora, "tivéssemos uma chuva de 600 milímetros, a barragem estaria operando dentro da margem de segurança", completou.

Comments


bottom of page